Fogo que me consome


Há um fogo que me queima e que me consome dia após dia sem se importar com as circunstâncias nem com as consequências que elas têm em mim. É um vulcão em erupção que expele por todos os lados desejos incandescentes, atingindo grandes labaredas de vontades flamejantes. Filipe Miguel