Tens brilho no teu olhar


Existem sítios que mesmo não sendo nossos parece que nos pertencem, porque é lá que nos encontramos, é lá que muitas vezes vamos buscar as forças necessárias para seguir em frente.É no olhar que encontramos a paz. É no olhar que construímos a nossa muralha e fortalecemos as nossas defesas. É no olhar que tudo … Continue a ler Tens brilho no teu olhar

Deixa-me olhar no espelho da tua alma


Deixa-me olhar no espelho da tua alma.O amor é o princípio de tudo, acontece num plano não palpável.Não se vê, sente-se, sai cá de dentro, é espontâneo, ouve-se como o som do coração.O amor é tudo, é o que nos move. É importante, essencial e vital!Porque é que às vezes é tão difícil dizer Amo-te? … Continue a ler Deixa-me olhar no espelho da tua alma

Ama-me num silêncio com os olhos e coração


Olha-me com esses teus olhos de quem quer ver. Olha-me e sente a minha dor. Somos feitos de carne e osso, mas também de dor e amor. Não há amor sem dor, nem dor sem amor.O amor pleno tem muito de dor e sofrimento, mas é também aquele que nos proporciona os momentos mais bonitos … Continue a ler Ama-me num silêncio com os olhos e coração

Um caminho


Existe um caminho para percorrer. Existe um cantinho para nos resguardarmos. Existe um olhar para nos precavermos e um mundo lá fora para se viver. Filipe Miguel Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais: FacebookInstagramPinterestTwitter

Olhar e viver


Olhar e viver o hoje sem medos, não existe pior sentimento que aquele que tenta privar-nos de olhar e viver. Filipe Miguel Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais: FacebookInstagramPinterestTwitter

Um olhar no hoje a olhar o amanhã


Um olhar a viver o hoje, mas com o olhar no amanhã!Olha e vive o hoje sem medos, não existe pior sentimento que aquele que te priva de olhar e viver o hoje. O amanhã é incerto, mas será o reflexo dos olhares de hoje, das vivências de hoje, das escolhas de hoje, das decisões … Continue a ler Um olhar no hoje a olhar o amanhã

Tropeço nas palavras


Tropeço nas palavras. As palavras fogem, embrulham-se, não saem e quando elas saem, saem sem nexo.Resta apenas escrever. Escrever para arrancar e sacar as palavras que fogem e que se escondem. Queres saber, ver e ouvir as palavras, olha para os gestos. Filipe Miguel Partilhem, comentem e sigam-me também nas redes sociais: FacebookInstagram

A melodia da chuva quando estás junto a mim


Dias de chuva não são apenas dias cinzentos, nem dias tristonhos. Dias de chuva também podem ser dias com cor, calor, música, alegria…Um céu cinzento pairava no ar, as nuvens escurecidas ensombravam uma já atmosfera melancólica no seu mais profundo luto, a chuva que caía de um céu já enegrecido com toda a sua angústia … Continue a ler A melodia da chuva quando estás junto a mim

Não lembro mais — Te Descrevi


Não lembro mais dos seus beijos, do seu cheiro, da sua voz, menos ainda do seu corpo no meu. Não lembro mais da gente, nem do seu toque na minha pele ou de você dizendo que me ama, não lembro de como os nossos corpos se encaixavam de um jeito que nenhum outro consegue. Não…Não lembro … Continue a ler Não lembro mais — Te Descrevi

Um sorriso, um beijo, um abraço, um olhar


Há dias assim... Há dias em que não há sorrisos. Há dias em que nem com todo o esforço conseguimos sorrir. Há dias cinzentos. Um sorriso e um beijo. Basta um sorriso e um beijo para dar cor, sol, calor. Porque os sorrisos e os beijos são necessários, tanto como o abraço e o olhar. Os sorrisos são necessários, porque nos alimentam e nós transmitimos alegria e boa disposição às pessoas com que nos cruzamos no nosso dia a dia. (...) Podem ler o texto na íntegra clicacando na foto