Tem dias que sobrevive-se


A vida nem sempre segue uma linha recta, por vezes segue por linhas com altos e baixos. Linhas que nos atiram ao chão e que depois nos ajudam a levantar, mas nem sempre é fácil. Tem dias que se sobrevive, em que se vai a viver entre os instantes e os entretantos. Nesta luta diária … Continue a ler Tem dias que sobrevive-se

Deus nos livre


Deus nos livre dos inconscientemente mal-amados, porque nunca saberão qual o real significado da felicidade e do amor. Filipe Miguel Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais: FacebookInstagramPinterestTwitter

Sidónio Apolinário


O mito de Hércules Não irei aqui embelezar os trabalhos de Hércules, a quem o javali, o leão, o Gigante, a Amazona, o visitante, o touro, Erix, os pássaros, Lico, o ladrão, Nesso, o Líbio, os jugos, as maçãs, a virgem, a serpente, o Monte Eta, os cavalos da Trácia, as vacas da Ibéria, o … Continue a ler Sidónio Apolinário

Quero-te aqui


A vida é passageira. Não podemos deixar de nos levar por questões de se vou ou não vou. Se te digo ou calo-me. Se avanço ou fico à tua espera. Tudo tem consequências, ora umas boas, outras menos boas. A vida tem-me dado a mostrar os caminhos a percorrer e com quem o devo percorrer. … Continue a ler Quero-te aqui

Chegar a bom porto


Nem sempre os ventos estão favoráveis, mas para chegarmos a bom porto temos de ir ajustando as velas para chegarmos a terra. Filipe Miguel Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais: FacebookInstagramPinterestTwitter

Rachel de Queiroz | Geometria dos ventos


Eis que temos aqui a Poesia,a grande Poesia.Que não oferece signosnem linguagem específica, não respeitasequer os limites do idioma. Ela flui, como um rio.como o sangue nas artérias,tão espontânea que nem se sabe como foi escrita.E ao mesmo tempo tão elaborada -feito uma flor na sua perfeição minuciosa,um cristal que se arranca da terrajá dentro … Continue a ler Rachel de Queiroz | Geometria dos ventos

Quando te vejo, apeteces-me


Quando te vejo apetece-me abraçar-te, sentir-te, ter-te junto a mim. Quando te vejo não resisto à tua maneira sensual de estares e a esse teu jeito sensual. Esse teu jeito sensual que me enlouquece e desnorteia-me.O querer estar, a vontade de ficar e o desejo de conquistar, impulsionam a intenção unicamente de recuperar a alegria … Continue a ler Quando te vejo, apeteces-me

Ralph Hodgson | The Bells of Heaven


Deviam tocar os sinos do céuO repique mais selvagem em anos,Se o Parson perdesse os sentidosE as pessoas iam ao seu,E ele e eles juntosAjoelhe-se com orações raivosasPara tigres domesticados e maltrapilhosE cães dançantes e ursos,E miseráveis, cegos, pôneis pit,E pequenas lebres caçadas. Ralph Hodgson "The Bells of Heaven", p. 25.

Acordei a precisar de um beijo teu


Hoje acordei com vontade de te ver, de te tocar e acima de tudo a precisar de te beijar. E tu? Como é que acordaste?Acordei a precisar de um beijo e de tudo o que vem depois. Porque um beijo não é apenas um beijo! Um beijo é muito mais que duas bocas a se … Continue a ler Acordei a precisar de um beijo teu

Tenho saudades tuas


Tenho saudades tuas. Tenho saudades tuas o tempo todo. Tenho saudades tuas em cada instante. Tenho saudades tuas quando não estás. Tenho saudades tuas mesmo quando estás por perto. Sinto-me egoísta em querer ter-te sempre por perto de mim. Tenho-te sempre dentro de mim. Tenho-te sempre comigo no coração e no pensamento para que possa … Continue a ler Tenho saudades tuas

Quem gosta de ti


Quem gosta de tiQuem gosta de ti, traz-te sorrisos e não lágrimas. Tranquiliza-te e não te terrífica. Acarinha-te e não te pisa. Engrandece-te e não te rebaixa. Valoriza-te e não te humilha. Olha para ti e diz as coisas como elas são e nunca vai falar nas tuas costas.A vida mostra quem gosta de nós. … Continue a ler Quem gosta de ti

A melodia da chuva quando estás junto a mim


Dias de chuva não são apenas dias cinzentos, nem dias tristonhos. Dias de chuva também podem ser dias com cor, calor, música, alegria…Um céu cinzento pairava no ar, as nuvens escurecidas ensombravam uma já atmosfera melancólica no seu mais profundo luto, a chuva que caía de um céu já enegrecido com toda a sua angústia … Continue a ler A melodia da chuva quando estás junto a mim

Um sorriso, um beijo, um abraço, um olhar


Há dias assim... Há dias em que não há sorrisos. Há dias em que nem com todo o esforço conseguimos sorrir. Há dias cinzentos. Um sorriso e um beijo. Basta um sorriso e um beijo para dar cor, sol, calor. Porque os sorrisos e os beijos são necessários, tanto como o abraço e o olhar. Os sorrisos são necessários, porque nos alimentam e nós transmitimos alegria e boa disposição às pessoas com que nos cruzamos no nosso dia a dia. (...) Podem ler o texto na íntegra clicacando na foto

Felicidade vs Conforto


Estás feliz, ou estás apenas confortável? Estás feliz, ou apenas deixas-te andar uma situação que criaste para fugir aos teus medos e com a qual agora sentes-te confortável? Estás feliz? Ou deixaste-te iludir? Hoje em dia ninguém está totalmente feliz. (...) Podem ler o texto na íntegra clicacando na foto

Momentos de pura cumplicidade


Momentos de pura cumplicidade. Momentos só nossos! São estes os momentos que nos encantam. Momentos únicos. Momentos de pura magia. Estes momentos de forte ligação de ternura, conectam-se com os desejos dos amantes. Desejos de sedução. Vontades eternas. Plena comunhão dos sentimentos. Um doce abraço, cumplicidade plena. Pura magia natural, que o corpo ordena! (...) Podem ler o texto na íntegra clicacando na foto