Faz, não esperes por outro dia


Eu não sou de metades. As minhas metades não se separam, fazem de mim aquilo que sou. Não estranhes se me confundires numa e noutra. Eu sou ambas, depende daquilo que eu estou disposto a mostrar para que me conheças.
Chega um momento em que aceitamos a verdade que sempre conhecemos, mas que escolhemos ignorar, se calhar chegou a hora de me libertar, encontrar um novo rumo.
Fazes os meus pensamentos voar. Fazes a minha imaginação pairar sobre mim mesmo. Fazes a minha memória pensar.
Desde que acordei e até que por fim adormeça e te encontre num qualquer sonho.
Acordo com vontades de te dizer o quanto gosto de ti, de te ver sorrir, mas com o passar das horas, as palavras ficam atravessadas, as lágrimas brilham nos olhos, ocultando o tão esperado sorriso.
Faz hoje, não esperes por outro dia.
Não deixes para amanhã o que podes fazer hoje, amanhã poderá ser tarde demais.
Faz o que te faz sorrir, porque sorrir faz bem!
Assim sou eu…

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s