Falar muda tudo


O tempo é uma mão-cheia de grãos de areia. Por cada grão que se escapa entre os dedos, é uma oportunidade que se perde. Por cada grão que se escapa entre os dedos, é um vazio que se ganha. Por cada grão que escapa entre os dedos, pessoas se perdem do nosso caminho. Por cada grão que se escapa entre os dedos, uma nova dor vai-se tornando mais forte e mais duradoura. Por cada grão que se escapa entre os dedos, um novo sonho que vai cair no esquecimento. Por cada grão que se escapa entre os dedos, um projeto vai ficando para sempre guardado na gaveta. Por cada grão que se escapa entre os dedos, viagens que ficam por realizar. Por cada grão que se escapa entre os dedos, palavras que deixamos por dizer. Por cada grão que se escapa entre os dedos, gestos que ficam mostrar. Por cada grão que se escapa entre os dedos, abraços que deixamos de dar. Por cada grão que se escapa entre os dedos, um ‘Gosto de ti’ deixamos de dizer a quem gostamos. Por cada grão que se escapa entre os dedos, um ‘Amo-te’ deixamos de dizer a quem amamos. Por cada grão que se escapa entre os dedos, perdemos a oportunidade de dizer a quem realmente nos importa, a quem realmente são o nosso pilar e a quem realmente se preocupa connosco, dizermos ‘Obrigado’, de dizermos ‘Obrigado por tudo o que representas na minha vida’, de dizermos ‘Obrigado pelos nossos caminhos terem-se cruzado’, de dizermos ‘Eu sou mais feliz por te ter na minha vida’.
A vida passa e embarcamos todos nesta correria louca do dia a dia sem tempo para nada. Vivemos o dia a dia sempre com pressa. Vivemos o dia a dia, sem tempo para nada. Vivemos o dia a dia, achando que o tempo corre demasiado depressa, mas na verdade, quem passa a vida a correr somos nós e não o tempo. Lá diz o velho ditado: ‘Quanto mais depressa mais devagar´.
Devemos aproveitar cada grão de areia que temos na mão. Podemos ter um milhão de grãos de areia na mão, mas devemos valorizar cada um deles, cada grão tem uma importância vital na nossa vida. A felicidade pode estar num desses grãos que escapam entre os dedos, num desses grãos que não valorizamos por termos um milhão de grãos de areia na mão, achando que um grão em um milhão não iria fazer a diferença, mas a realidade é que faz. Um grão perdido, jamais será encontrado.
Faz as viagens que tens a fazer. Vai a locais que queres ir. Vai aos espetáculos que queres assistir. Está com as pessoas que queres estar. Faz as jantaradas que queres fazer. Não adies para amanhã o que podes fazer hoje. Dá os abraços que queres dar. Diz ‘Gosto de ti’ a quem queres dizer. Diz ‘Amo-te’ a quem amas. Valoriza as pessoas que merecem ser valorizadas. Não deixes uma oportunidade se perder num tempo de grãos de areia que se escapam da mão. Todos os grãos são valiosos e o tempo vale ouro.

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s