Porque é que as coisas são assim?


Existem momentos na vida da gente em que perguntamos, porque é que as coisas são assim?
Nessa altura paramos para pensar, reflectir sobre o sentido das coisas, descobrimos certezas e incertezas. Mas o mais importante destes momentos é fazermos uma retrospectiva das coisas, vermos quem somos, o que somos e o que nos são e no fim criamos um filtro para drenar tudo de mau e absorvemos somente o bom, o agradável… Levantar a cabeça, peito aberto, sem medos nem preconceitos, mostrar quem realmente somos. Mostrar a todos o que está dentro de nós, abre essa porta e mostra o teu verdadeiro EU.
Acordar com brilho nos olhos, disposto a enfrentar os medos, dar uma palmada naquilo que nos apoquenta, que nos prende, que não nos deixa viver, conseguindo ultrapassar isto tudo, conseguimos obter tudo aquilo que nos faz sonhar, viver, sorrir e crescer.
Não deixar que os sonhos, vontades, sentimentos, fiquem em stand by. A vida não tem pausa, nem pode voltar atrás. Não deixes passar a oportunidade de seres feliz, luta pelo amor da tua vida, não te acanhes nem percas tempo, todos os segundos desta vida são verdadeiros diamantes, principalmente quando são vividos na harmonia do amor, com aquela pessoa que te tira o sono e mexe e remexe contigo.
Os momentos existem para te mostrares, para dizeres quem és. Uns momentos são para ultrapassar, outros momentos são para se viverem, basta não trocares o sentido deles.
Rótulos são dispensáveis, sentimentos inclassificáveis.

Este texto foi retirado do livro “Amores Clandestinos

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s