A minha vida é só mau tempo


Sinto-me que nem este tempo. Uma enorme tempestade, tempo cinzento, sem porto de abrigo. E ainda dizem que o tempo não tem influências.
Porque é que o sol não pode brilhar todos os dias? Existem dias que temos de mau tempo, não que haja razões para tal, mas existem. Quero de volta o sol, bom tempo, o meu porto de abrigo, onde possa me refugiar nas tempestades que queiram chegar, sem refúgio é difícil de abrigar.
Porque é assim, porque estou assim? Razões desconheço ou quero, tento desconhecer. Quando na verdade conheço na perfeita razão, mas compreendo, percebo porquê.
Conheço todo este mau tempo que se apoderou de mim e em mim, mal de mim se não soubesse, sei porque chegou e porque ficou à minha volta.
Os dias passam, o tempo passa e deixas que o tempo cinzento, tempestuoso, invernal se apodere de ti da tua vida? O bom tempo chegará na altura que arregaçares as mangas e fores à luta, lutar pelo teu sol, pelo teu bom tempo, pelo teu porto de abrigo, porque a vida não pode ser só de mau tempo, precisamos da luz, do calor, do bom tempo, para ires procurando a plenitude em ti, em quem te acompanha e na vida.

Este texto foi retirado do livro “Amores Clandestinos

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s