Num olhar te conheci


No dia em que te conheci tudo mudou, mudas-te em mim tudo o que achava não ser possível. Como é que em apenas um olhar me fez gostar tanto de ti, como se nos conhecêssemos há anos, há vidas. Faltam-me palavras para te descrever, para dizer o que significas para mim, as palavras não me saem da boca como queria, basta olhares para os meus olhos e eles dirão-te tudo o que precisas de saber.
Tu tens um brilho dentro de ti, que me fez perder em ti, uma luz que reluziu nos meus olhos, um calor que aqueceu o meu pobre coração e sorriu, sorriu porque és mais do que imaginava um dia encontrar.
Quero no teu abraço apertado encontrar o calor, a energia transmitida, sentir uma corrente eléctrica quando tocamos na pessoa certa, de sentir o teu gosto, um beijo no meu rosto, o carinho, o toque, o desejo, a carícia, a vontade infinita e no olhar a malícia de quem quer outro beijo.

Este texto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”, pág. 20

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s