Amar em silêncio


Porque me sinto assim?
Porque me fazes tanta falta?
Como posso viver sem ti?
Porque gosto de ti?
Tantas e tantas perguntas podem ser feitas e apenas uma única resposta que responde a todas elas. Gosto de ti, porque me apaixonei por ti e sem saberes transformas-te a minha vida. Sentimentos não se procuram, não se forçam, nem se impingem. Apenas aparecem, aparecem sem pedir licença ou avisar e permanecem dentro do coração.
Tu fazes-me ver o que é o AMOR, pensava eu que já tinha vivido esse sentimento, mas não, estava bem longe de saber como é. E gosto, gosto de te AMAR mesmo que seja em silêncio.

Este texto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”, pág. 18

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s