Mudar o mundo à nossa volta


Não é fácil aceitar o que não posso mudar. Se pudesse mudar, mudava o mundo. Mudava para haver mais paz, mais amor e mais justiça. Eu posso não conseguir mudar o mundo, mas posso fazer alguém mais feliz, nem que seja apenas uma pessoa. Basta fazer alguém mais feliz e já estou a mudar alguma coisa no mundo para melhor.
O mais difícil para mim, é saber aceitar o que não posso mudar, porque é aquilo que me custa mesmo aceitar!
Dar amor, dar uma palavra amiga, a quem muitas vezes não nos dão a mínima importância. Fico feliz quando dou o passo certo, para que a minha consciência me diga, que não sou uma má pessoa.
Seremos apenas alguém a tentar, umas vezes a acertar, outras a errar!
O não é sempre garantido! Portanto, mais vale arriscar, não se perde nada em arriscar, apenas corremos o risco de ganhar. Há que correr riscos, há que dar passos, se não der um passo em frente, acabo por ficar sempre no mesmo sitio, na mesma incerteza. Há que correr riscos, há que dar passos, há que ir para frente, sair do lugar e mudar o meu mundo, o teu mundo e o mundo à minha volta.

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s