Tesouro


O que é que queremos encontrar nesta vida?
Um tesouro!
Sim um tesouro, mas um tesouro que não sejam joias, obras de arte, ouro…
Um tesouro que justifique todas as loucuras e que faça bater forte o coração, que crie arrepios na pele e borboletas na barriga. Pois, esse não fica nas tuas mãos, mas fica mantido no teu, no meu, no nosso coração.

Este texto foi retirado do livro “Amores Clandestinos”, pág. 7

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s