Quem ama mais, sofre mais


Há certezas que dispensam reflexões!
Amar não é sofrer, mas amar às vezes é dor. Dor é sinal de sentir e quem sente, luta e quem luta, vence.
Cada pessoa tem um modo de sentir o amor. Cada um ama à sua maneira, por isso, é que o amor por vezes é tão complexo, mas na sua complexidade que está a sua beleza.
Para quem é tímido, é mais difícil mostrar e declarar-se à pessoa por quem está apaixonado.
Quando gostamos de alguém, é impossível isso não transparecer para a outra pessoa, porque estamos a falar de sentimento. Essa transparência logo surge com total naturalidade e espontaneamente sem nos dar-mos conta. É um sentimento que não precisa de palavras para ser dito, mas são os gestos, as formas e o jeito que o denunciam.
As demonstrações de carinho e afeto são muito importantes numa relação!
Quando gostamos, queremos estar por perto, porque nos importamos, nos preocupamos, procuramos por notícias e demonstramos interesse, fazendo de tudo para mimar a pessoa amada, mas se a reciprocidade não for verdadeira, aí sim! Aí vou sofrer calado até me voltar a recompor.
É quem mais sente, quem mais sofre!

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s