A tua história és tu que a fazes


A tua história és tu que a fazes e só tu é que a podes escrever, mais ninguém o pode fazer por ti.
Cria a tua história. Reflete as tuas vivências. Faz dos teus sonhos a tua magia para encher a tua vida. Põe a tua história em movimento. Exterioriza-a, define quem és tu, escreve-a e no fim lê com atenção, com muita atenção. Durante a leitura vais poder ver as tuas conquistas, os desafios que conseguiste desbloquear e ultrapassar, vais poder ver os erros que cometeste e que por vezes te deixaram numa posição pouco favorável e frágil, mas com os quais aprendeste as lições que fazem de ti tudo aquilo o que és hoje. O tu que és hoje, deve-se aos erros que foste cometendo, mas acima de tudo aquilo o que aprendeste com eles, os erros existem para ganharmos força e para aprendermos a conhecer-nos muito melhor. Servem para explorarmos o nosso interior e preparar para novos duros desafios. A vida não é um mar de rosas, mas sim, um jardim de rosas com espinhos!
Por vezes podemos sentir perdidos, mas talvez seja apenas a altura certa para redefinires o teu caminho.
Deixar as inseguranças de lado e olhar em frente de cabeça erguida. O que passou já passou e não volta mais. A vida não espera, nem faz pausas. Lembra-te sempre de quem és e da bagagem que trazes contigo. Lembra-te dos caminhos que já percorreste, dos momentos que já viveste, das alegrias e tristezas que tiveste. A vida é curta demais, não percas tempo, nem as oportunidades que te aparecem à tua frente. As oportunidades perdidas, são oportunidades perdidas de seres feliz.
Reescreve uma nova linha, um novo parágrafo, junta as palavras soltas e dá-lhes um novo significado, pode parecer sem sentido, mas reescreve a história, vive intensamente, ama e deixa que te amem, não percas a esperança e deixa entrar quem realmente merece!
Chora se tiver que ser, mas depois sorri, porque as palavras podem ser baralhadas e a história pode ter um novo rumo. Reescreve a história, a tua história, ela é a tua vida!
Nunca desistas dos teus objetivos, parar é morrer!

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s