Descobrir o ponto fogo do amor


O amor aquece e enlouquece. O amor é uma guloseima que até queima. O amor é descoberta que tanto nos desconcerta. Amor é fogo ardente que nos deixa seu dependente.
O amor verdadeiro deixa-nos em brasa. Chamas de fogo que nos consomem por dentro, é um fogo malandro que arde sem se ver e não nos deixa em paz até chegarmos à sua fonte. Até à fonte do prazer!
Qual é o ponto fogo do amor de alguém que deixa o outro em chamas?
Qual é o ponto fogo do amor de alguém, que a única coisa que é mostrado é uma resposta num bloco de gelo? Que amor é esse? Que ponto de amor é esse?
O ponto fogo do amor, é aquele ponto malandro de felicidade. Aquele ponto malandro que nos deixa em brasa por dentro. Aquele ponto que se torna numa guloseima. Aquele ponto de descoberta e satisfação. Aquele ponto de fusão de duas almas e de dois corpos. O ponto fogo do amor é uma energia em ascensão e excitação. É descobrir o vazio que existe dentro de nós, que acaba por ser preenchido com a chegado do outro. É aquele ponto que nos ensina a urgência de uma saudade e transformar em amor. O ponto fogo do amor é a fonte da nossa juvenilidade!

A cada segundo que passa e não vemos, sente-se uma dor por dentro. Sente-se uma ausência e a falta de algo dentro de nós. Um ponto que não vemos. Um ponto incompleto. Um ponto ímpar. Uma linha que separa os pontos. Um ponto que de um lado era amor. No outro ponto não era nada. Mas como tudo passa nesta vida, há de passar.
As linhas cruzam-se. Os pontos vagueiam. Um dia, cada linha e cada ponto vai cada um para o seu devido lugar. Em cada linha, um fogo. E em cada fogo, um ponto!
Existem alguns fogos que mesmo se quiséssemos não podemos apagar. São fogos para uma vida inteira de fogo. Uma vida de labaredas.
Infelizmente cada vez mais devido a esta vida stressante que levamos e a estes empregos antissociais que nos retiram ou nos afastam da presença das pessoas que mais amamos, tornam as pessoas mais frias, mais afastadas e menos abertas ao amor.
Jamais algum dia podemos amar por dois. Não podemos e nem devemos. Mais tarde vem o vazio e a frustração. Só vale a pena se estiverem em sintonia. Se estiverem dispostos a descobrir o ponto fogo de cada um. O ponto fogo do amor!

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s