Sol envergonhado


O sol envergonhado por detrás das nuvens, vai jogando às escondidas com os veraneantes. Escondido e sereno, faz com que os veraneantes atolados com o chapéu de sol, toalhas, pára-vento, cadeira e malas, pensem em recuar. Uma nesga de nuvem sombria, deixa aparecer uma nesga de céu azul, é a oportunidade de fazer incidir um raio de sol reluzir sobre os veraneantes que estavam prestes a recuar.
Não estava um dia muito claro. Nuvens sobrevoavam e coloriam o céu em tons de cinzento. Um rasgo de luz aparecia quase como por milagre, as nuvens atacavam e fechavam o céu em tons de cinzento. Uma brisa se levanta, sobrevoava o areal por vezes com mais intensidade, arrefecendo mais rapidamente e levantando pequenos grãos de areia que pareciam querer picar na pele das pessoas.
O sol envergonhado deixou-se ficar escondido, deixando o céu em tons cinzentos até o dia cair e com a chegada da noite escurecer, não dando qualquer oportunidade de dar cor e brilho ao céu. Deixando que por um dia não se possa assistir a este espetáculo multicolorido em tons avermelhados, alaranjados, azuis e violetas, deixando os mais apaixonados tristonhos, com alguma serenidade e em silêncio.
Amanhã o sol brilhará.
Amanhã o pôr de sol gratificará.
Amanhã um novo dia virá!

Partilhem, comentem e sigam-me também nas minhas redes sociais:

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s