E se hoje…?


E se hoje fosse a tua última oportunidade?
E se hoje fosse o teu último dia, o que irias querer fazer?
E se hoje com toda a coragem que te tem faltado resolvesses arriscar?
E se hoje resolvesses contar todos os teus segredos?
E se hoje falasses tudo o que tens para dizer?
E se hoje… E se hoje? Hoje não chega para dizer tudo o que se tem para dizer. Mas hoje pode ser o começo. O começo de uma nova vida.
Se queres dizer. Diz!
Se queres falar. Fala!
Se queres gritar. Grita!
Se queres fazer. Faz!
Se queres ir. Vai!
Se queres chorar. Chora!
Se queres sorrir. Sorri!
Se queres abraçar. Abraça!
Se queres beijar. Beija!
Mas se querem mesmo, façam-no na hora, façam-no agora, não deixem para depois. Porque quem quer, arruma um jeito. Quem não quer, arruma uma desculpa. Não adies nada. Não deixes nada para depois. O que se deixa para depois, são oportunidades e momentos. Momentos perdidos pela falta de coragem. Toma a iniciativa. Surpreende-te e surpreende o outro. Arrisca sem exigires e obrigares a nada em troca. Apenas só deixares sentir!
Toda a gente responde: Isso é que era!
Se calhar o outro lado também estava espera e quando os dois lados esperam, nunca se encontram. Ficam parados no mesmo sitio sem nunca saberem qual teria sido o desfecho final.
Eu tenho muito poucas certezas na minha vida, mas a certeza que eu tenho, é a do Amor. Se calhar a palavra para muita gente está demasiado gasta e desacreditada. Há quem a trate a use a seu belo prazer e da forma errada apenas para seu benefício próprio, mas quando ela é dita com sentimento e sentida com o coração, é uma expressão de grande afeição e com pinceladas de ternura que faz sorrir quem a sente.
Como é que eu passo o tempo sem te ter ao meu lado? Mal. Simplesmente muito mal! Eu não consigo fazer nada direito sem ti. Não consigo rir. Não consigo estar bem, nem com os outros, nem comigo mesmo. Sem ti não sou nada. Durmo mal, passo a noite acordado a pensar em ti. Amo-te agora e sempre. Sei que não vou desistir de ti. Amo-te hoje e agora eu quero-te mostrar isso todos os dias, a todas as horas, em todos os lugares do mundo, com obstáculos para serem ultrapassados juntos como um só.
Quero que saibas o que sinto. Quero que sintas que estou contigo. Tudo permanece, nada se desvanece. Todos os não beijos entristecem. A saudade é um arrepio constante. O tempo segue lentamente sem tempo. O tempo suspenso, expectante, ora resignado, ora ansioso, mas sempre um tempo esperançoso e sonhador. Espera-se e vive-se respirando… olhos nos olhos. Tu vês. Tu sabes.
Tudo é dito, tudo foi dito e tudo continuará a ser dito sem exigências e sem cobranças. Apenas gostar e pronto!
E se hoje…
Hoje é o dia certo para colocar os pontos nos is, para avançar, sonhar, acreditar, falar, amar, abraçar, beijar e tudo aquilo que tu queiras.
Hoje é o dia certo. Aproveita!

2 thoughts on “E se hoje…?

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s