Amar dói


E se eu te disser que amar dói. Acreditas?
Esquece, se não sabes eu vou-te explicar!
Sim, amar dói. Dói e não fazes ideia o quanto. Amar dói. Dói, porque entregas-te o teu coração para outra pessoa. Dói, porque agora sentes-te incompleto. Sentes que te falta de um pedaço de ti ou de um pedaço em ti. Parece-te complicado ou confuso entender estas palavras? Achas que sim? Não é complicado. Até é bastante fácil de perceber, basta estares com atenção.
Amar dói, porque agora tens uma parte de ti por aí à solta e perdida.
Amar dói, porque te sentes perdido no meio desse turbilhão em que só te apetece é fugir.
Amar dói, porque o teu corpo sente-se cansado e perdido no meio desse desequilíbrio emocional, em pequenas gotas de lágrimas começam a escorrer pelo teu rosto abaixo livremente.
Amar dói, porque o teu corpo começa a ceder e a perder as forças. Perdes a vontade de sorrir e as lágrimas que começaram a escorrer pelo teu rosto abaixo livremente já chegaram e tocaram no teu coração triste, perdido e sem ânimo para enfrentar a vida. No entanto, é-te permitido sentir, mas não podes e nem deves permitir caíres no sofrimento e numa questão de dias estarás pronto a voltar a desfrutar da vida.

Tanto na vida como no amor não podes depender de ninguém e nem deves ficar preso. Sê como um pássaro, um pássaro livre para poder voar e nunca um pássaro preso na sua gaiola. Solta-te. Desprende-te e vai. Vai para onde tiveres e quiseres ir. Permite-te viver, sorrir, por vezes também sofrer. Sofrer faz parte e só quem não sofre por tentar viver e ser feliz, não pode ser um pássaro livre. Vai e voa. Permita-te viver. Permita-te sorrir. Permita-te sofrer. Permita-te conhecer outros corações, novos corações. Vai conhecer o céu e as estrelas mesmo que te apareçam algumas nuvens à tua frente. Vai conhecer o céu e as estrelas mesmo que o vento empurre-te para trás. Não desistas. Não voltes para trás. Nunca duvides de ti. Não tenhas dúvidas em ir se queres ir. Não tenhas dúvidas em olhar se queres olhar. Não tenhas medo em tocar se queres tocar. Não tenhas medo em falar se queres falar. Não tenhas dúvidas daquilo que te faz ser verdadeiro e de seres tu. Revela-te. Mostra-te. Dá-te a conhecer quem tu és e não quem queres que sejas. Ama-te pelo que tu és. Ama quem tu amas, mesmo que essa pessoa não te permita amar. Ama quem tu amas, mesmo que essa pessoa não te possa amar. Amar dói. Amar é sofrer. Amar é viver. Amar é ser feliz. Nunca deixes de seres feliz.

Amar dói. A saudade dói. Viver dói. O coração dói quando sente saudades. As lágrimas escorrem livremente pelo teu abaixo, como escorrem pelo teu coração partido e elas vão apenas cair o tempo que permitires caírem.
Aprende a viver. Aprende a sorrir. Aprende amar as pessoas. Aprende amar a ti mesmo. Aprende a fazer o bem. Aprende a fazer coisas boas. Aprende a ajudar. Não te importes com o que os outros vão dizer ou falar. Importa-te contigo e é contigo que apenas que tens com que te preocupares. Sofrer é uma opção, mas não é a tua opção.
Sente os cheiros da vida. Sente os toques que te fazem sorrir, mas também os que te fazem chorar. Sente o vento a passar no teu rosto. Sente o beijo que anda no ar. Sente o amor que te faz andar. Sente o universo à tua frente. Sente o infinito. Só quem está preparado e predisposto a sentir o infinito, está mais preparado para viver, lutar, sorrir, chorar, sofrer, amar e ser feliz.
Aprende comigo. Não! Aprende antes com a vida. A vida é a verdadeira professora que te ensina a viver. É a verdadeira treinadora que te treina para estares preparado para os desafios que a vida te coloca. É a verdadeira instrutora que te passa todo o seu conhecimento de forma a preparar-te para a vida. É a verdadeira bailarina para te mostrar os verdadeiros passos e movimentos de dança na dança da vida. A vida é tanta coisa e pode ser tanta coisa ao mesmo tempo.
Aprende a viver sem medos de te perderes. Aprende a viver sem medos de perderes quem amas. Aprende a viver sem medo de amar. Aprende a viver a seres uma coisa: Feliz.
A vida é ganhar e perder. A vida é subir e descer. A vida é sorrir e chorar. A vida é dor e felicidade. A vida é amar e sofrer. A vida é sonho e ilusão. A vida é decepção e satisfação. A vida é tanta coisa. A vida pode ser eu e tu. A vida é soltar, não depender, voar e fazer acontecer. A vida é e pode ser tudo aquilo que nós quisermos.
Aprende a viver. Aprende a seguir em frente. Aprende a lutar mais. Aprende a não desistires. Aprende a chegar ao fim. Aprende a pegar na mão. Aprende a falar. Aprende a beijar. Aprende a mar mesmo que venha a doer. E amar dói, dói imenso. É uma ferida aberta que não se vê, mas sente-se. Amar dói e não há médicos ou medicamentos que sarem essa ferida e acalmem essa dor. Amar dói e se dói significa que estás a viver. Amar dói tanto que nem todos sabem o quanto dói.
Lembra-te que a vida não é uma ilusão.

One thought on “Amar dói

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s