Previu Nostradamus esta pandemia numa professia de 1555?


Nascido em 1503 na França, Michel de Nostradamus, ou simplesmente Nostradamus, se tornou médico e, mais tarde, dedicou-se a escrever profecias. Até os dias atuais, muitas pessoas realmente acreditam em seu poder como profeta, uma vez que previu corretamente muitos eventos que ocorreram após sua morte.
Apenas para citar alguns de seus acertos, podemos ressaltar a Revolução Francesa, a Primeira Guerra Mundial, o Grande Incêndio de Londres, a ascensão de Napoleão e Hitler, os ataques de 11 de setembro e as mudanças climáticas. Com base nos eventos recentes, aparentemente outra das previsões de Nostradamus se tornou realidade. O profeta do século XV também previu a eclosão de uma “grande praga” no futuro.
Enquanto o novo Coronavírus (2019-nCoV) se espalha rapidamente pela China (e pelo mundo), muitos se perguntam se ele também previu essa praga mortal. Lembrando que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 30 de janeiro, uma emergência global de saúde pública devido ao surto de Coronavírus.

Previu Nostradamus o Misterioso Vírus da China “Coronavírus”?

Nostradamus previu uma pandemia numa profecia perturbadora. Em uma das suas quadras, ele escreveu o seguinte:
“A grande praga na cidade marítima não cessará até que o morto será vingado pelo sangue de um justo aprisionado e condenado por crime algum; a grande senhora é ofendida pela pretensão”
Os especialistas nas profecias de Nostradamus estão convencidos de que o médico e astrólogo francês estava a falar sobre o novo coronavírus em Chian , chamado 2019-nCoV.
Quanto à “cidade marítima” mencionada no quarteto, Nostradamus estava referindo-se a Hong Kong, uma vez que muitos dos casos surgiram lá. E a “grande dama” poderia ser Wu Yi, que foi a ministra da Saúde da China e ajudou a controlar o vírus da SARS.
Nostradamus começou a publicar os seus famosos quartetos enigmáticos em 1555. Mas esses não eram poemas comuns. A vidente francesa do século XVI era considerada uma vidente de renome, recomendada pela alta sociedade como Catherine de Medici, rainha consorte da França. No entanto, a sua memória não desapareceu após a sua morte em 1566. As suas obras continuaram atraindo seguidores que vincularam os seus escritos a catástrofes históricas, como a ascensão de Adolf Hitler e os ataques de 11 de setembro de 2001.
Mas, os céticos acreditam que as suas previsões tendem a ser vagamente redigidas e, portanto, estão abertas às interpretações dos leitores. Por esse motivo, alguns pesquisadores dizem que Nostradamus “acreditava que a história se repete” e usou a técnica de projetar eventos passados ​​no futuro para fazer as suas profecias. Além disso, alguns escritores consideram traduções modernas de quadras descuidadas e não confiáveis ​​de Nostradamus.
Seja como for, o que está claro é que as profecias de Nostradamus continuam a cativar a todos, que, por alguma estranha razão, estão diretamente relacionadas aos eventos que ocorreram e estão prestes a ocorrer. E, caso isso acabe sendo completamente cumprido, estaremos diante de um dos mais aterrorizantes de todos aqueles que deixo escritos para a humanidade.
Dito isto, até agora ninguém sabe a verdadeira origem do misterioso vírus chinês. Segundo um novo estudo, acredita-se que o vírus tenha se originado em cobras e se espalhado para os seres humanos. Existem dois tipos de cobras que são comumente encontradas na área onde o surto se originou: Bungarus multicinctus (krait com muitas bandas de Taiwan) e Naja atra (cobra chinesa ou cobra de Taiwan), portanto não deve ser um problema a sua identificação.
E finalmente, a Organização Mundial da Saúde considerou quinta-feira que “ainda não é hora” de catalogá-la como uma emergência de saúde pública de interesse internacional. Assumimos que eles devem esperar milhões de mortes e serem totalmente incontroláveis .
Nostradamus previu o vírus chinês? Será uma pandemia semelhante à da gripe espanhola, que matou entre 1918 e 1920 mais de 40 milhões de pessoas em todo o mundo?
Fica a pergunta.

Fonte: UFOS ONLINE

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s