A vida sem ti é um castigo


Quando sentimos aquela ausência. Quando sentimos aquela saudade. Quando a nostalgia nos bate à porta e traz consigo à lembrança sem razão de acusar a falta, a distância, a ausência e a saudade, deixou a vida em stand by. Tudo na vida ficou por acontecer, por realizar. É nestas alturas em que nos sentimo presos, sentimo-nos à mercê da vida, sem direção e sem destino, sem avanços e sem recuos, apenas em modo stand by. Tudo se vai acumulando, tudo se torna numa eternidade sem fim e sem começo. Numa solidão cinzenta em tons de castigo, tu chegaste, mas nunca chegaste a entrar na minha vida. Não sei porquê. Talvez por estar a viver numa solidão cinzenta e amarga, em que as tonalidades que me caracterizavam eram tonalidades de punição e de advertência. No meio destas tonalidades foste embora sem nunca chegares e ficou tanto por dizer. Ficou tudo dizer e fazer.
A vida sem ti, é um enorme castigo!

É no meio da ausência e do silêncio que mais sentimos, que mais refletimos e em que menos vivemos.
O silêncio que na pele grita através dos poros, só para dizer a falta que sinto e a prisão em que vivo em forma de castigo pelo meu silêncio e solidão.
Este amor de alma que se eterniza através do universo, fica uma vida intermitente entre o que ficou por dizer e aquilo que jamais conseguirei dizer-te.
Tu vais embora e fica tudo por dizer. É um descalabro total. Mas o que fica por dizer, dói. Dói, porque longe onde eu estava, na minha prisão em forma de castigo pelo meu silêncio e solidão, não dava para dizer o quanto te amo, o quanto te quero, o quanto eu gosto de ti. Por isso, eu olho para as estrelas. Olho para aquela mais cintilante e brilhante. Essa estrela és tu, e eu falo contigo, do caminho que juntos podíamos ter feito ou ainda poderemos fazer. Nós dentro do nosso abraço, que bem que sabia, dormindo na nossa cama bem aconchegados. Mas hoje eu tenho os teus cheiros. O som da tua voz. O doce sabor dos teus lábios, dos teus beijos, dos teus carinhos… a vida sem ti, é um castigo!
Sem um amor que nos faça demonstrar o melhor de nós, nunca seremos nem a metade da força que nem sabemos que possuímos.
Viver sem ti, é um castigo!

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s