És feliz ou estás confortável


És feliz ou estás confortável?
O conforto também sabe bem, sentimo-nos mais seguros. Mas é a paixão que nos faz estremecer e que nos deixa mais felizes. É no arriscar, na procura e em ir atrás da felicidade que nos faz sentir melhor. A felicidade procura-se. Temos de fazer por isso. O ficar parado não nos traz a felicidade, apenas algum conforto.
Quantos e quantos de nós estamos apenas confortáveis com “medo” de efetuar uma pequena modificação!
Às vezes não conseguimos distinguir se estamos apenas confortáveis ou felizes.
Confortável não é sinónimo de inércia. Podes ser muito ativo e estar confortável. Aqui o confortável tem que ver com a tomada de riscos, de te extravasares, de te reinventares a cada momento, de procurares desafios e teres a certeza que ainda não estás feliz, ou és feliz. Se fizeres este exercício nunca te conformas em ficares apenas pelo confortável.

Atreve-te a seres feliz!
Como forma de mudança e de que o sorriso pela manha não seja feito para o espelho, mas sim espontâneo. Começa o dia a sorrir de dentro para fora e nunca de fora para dentro. A maior felicidade é aquela que sai de dentro de nós e nunca aquela que queremos incutir dentro de nós.
A vida não é uma rotina! Mas também não deixa de ser uma rotina. Quebra os protocolos das rotinas. Opta pela diferença. As rotinas não nos trazem nada de novo, nem de diferente. É nos pequenos detalhes que vais ser surpreendido/a.
Atreve-te a seres surpreendido/a!

A vida dá voltas e voltas. Nunca sabemos as voltas que a vida dá. Antes que a vida nos dê a volta, vamos dar voltas à vida enquanto pudermos. Um dia a vida dá-nos um abanão mais forte e somos obrigados a uma modificação radical da nossa vida. Nessa altura nada podemos fazer a não ser aceitar e “viver”.
Claro que o inesperado sabe sempre muito bem, quando o inesperado é positivo.
Todas as manhãs ao espelho pergunta-te se és feliz, o que te falta na tua vida, o que não te deixa viver, porque não sorris e apenas te faz chorar. Não deixes que seja tarde demais, corre, deixa tudo e vai ser feliz, procura a felicidade, faz o que te dá prazer e assim, só assim serás feliz.

Será que somos mesmo felizes ou fingimos ser?
Sou feliz! Mas podia ser mais, nunca gostei de limites!
Podemos ser felizes, mas não realizados. São coisas diferentes e quase ninguém hoje em dia tem tudo na vida.
Muitas das vezes a felicidade encontra-se dentro de nós, nas pequenas coisas do nosso dia a dia!
Estou a mudar tudo isso! Morrer para renascer, para dar vida à minha vida.
Aprendi a viver apenas o aqui e o agora, se isso me proporcionar momentos felizes, aproveito-os ao máximo. Sei que vou precisar deles quando me sentir me em baixo.
Gosto mais falar de momentos de felicidade. Ninguém é totalmente feliz!
Sou feliz com os bons momentos que a vida vai-me oferecendo.
A Felicidade completa não existe.

És feliz ou estás confortável?
És feliz ou estás confortável?

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s