Devia fugir de ti


Não sei se deva fugir de ti ou correr para ti, sei que só consigo controlar esta ansiedade ao te ver. Estas sensações causam-me calafrios, fazem-me tremer as pernas e o coração pulsa com mais intensidade. Como posso fugir de ti? Como posso fugir aos meus sentimentos por ti?
Procuro fugir de ti, mas não consigo. Devia fugir de ti, mas não quero. Procuro esconder-me e fugir de ti, mas estou apenas a mentir ao meu coração. Vou esquecer-me de ti, mas um dia vou olhar e sei que nem a fingir vou conseguir dizer que me esqueci de ti. Devia atirar tudo para trás das costas e desistir, mas desistir não é palavra certa nem a atitude mais correta a ter. A atitude mais correta é enfrentar os medos, não deixar que os medos se intrometam no meio de nós e nos afastem dos nossos objetivos. Devemos lutar sempre para que os nossos objetivos tornem-se possíveis e reais. O ideal é ir buscar forças onde consiga enfrentar e libertar esta sensação de desconforto de opressão no meu peito.
Enfrentar os medos. Admitir os erros. Sentir o que dizemos. Um dia o tempo vai parar e vai fazer mudar a nossa forma de enfrentar, admitir e sentir com o coração. Vai ser diferente, mas vai apenas fazer para sermos felizes.
Por vezes acontece sertirmo-nos meios perdidos, mas talvez seja apenas a altura certa para pensarmos em arrumar as coisas devidamente no seu lugar. Pode ser a altura de pensar o que nos move e dá sentido à vida, seguir a direção que queremos seguir. Mas quanto mais tento fugir de ti, mais eu procuro por ti!
É verdade, queria fugir de ti. Já tentei fugir de ti mesmo não sendo intencional, já tentei, mas agora, agora não quero mais fugir. Agora quero ficar. A melhor coisa a fazer é aceitar o que carregamos dentro de nós e assumirmos tudo o que sentimos. Agora só quero é ficar perto de ti e é perto de ti que eu sou feliz. É uma explosão que ocorre dentro de mim. É uma explosão que me enlouquece e enche de felicidade. Quando se trata de felicidade, da nossa felicidade, devemos esgotar todas as possibilidades possíveis e até mesmo as possibilidades impossíveis primeiro. Não se deve fugir ou desistir antes de esgotarmos as possibilidades disponíveis. Quando se esgotam é preciso saber desistir e fugir dali. Saber quando é altura certa para sair de cena e não insistir, não é sinal de fraqueza, é sinal de maturidade. O insistir não vai correr como era suposto as coisas correrem, o insistir só vai trazer infelicidade em vez de felicidade.
Cansei de nadar contra a corrente. Cansei de tentar fugir de ti e do que sinto por ti. Cansei de não escutar o meu coração. Cada palavra dele, lembra-me o teu sorriso ao luar e cada palavra que ele tinha para me dar. Fugir pode não ser viver e acabar a chorar junto ao mar numa noite de luar. Grito cada sorriso. Grito cada choro. Vou gritar ao mundo o que a minha mente sabe. Vou gritar ao mundo o que o meu coração pede. Vou gritar ao mundo o que o meu corpo deseja. Vou gritar ao mundo que ninguém me vai conseguir calar.
Tenho de admitir que está cada vez mais difícil dizer o que sinto dentro de mim. Tenho de admitir que o ir embora custa cada vez mais e que o beijo da despedida dói e nos deixa em lágrimas. Tenho de admitir que já sinto saudade do teu sorriso e do teu abraço que tanto preciso. Tenho de admitir que a tua voz, sossega e acalma o meu estado de espírito. Não saberei como fazer, mas posso contar que os meus desejos são cada vez maiores e não há medos que me façam mudar de ideias, apenas sei o que devo fazer, como viver e amar para ser feliz.
Ao longo deste percurso vamos aprendendo a tomar as atitudes mais corretas independentemente de nem todas as pessoas vão gostar e entender. Ao longo deste percurso vamos escolhendo quem fica e quem sai. A vida afinal é feita de escolhas. Vamos aprendendo também de quem devemos correr atrás e de quem devemos fugir. No final de tudo vamos estar mais fortes.

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s