Dia de Santo Aurélio


Aurélio de Cartago nasceu no século IV e faleceu por volta do ano de 430. Os primeiros registos de Santo Aurélio surgem a partir do ano 388 enquanto diácono, sendo que se tornou Bispo de Cartago em 391.

Aurélio era amigo de Santo Agostinho, Bispo de Hipona, atual Argélia, que muito o admirava e louvava em cartas ainda hoje existentes.

Santo Aurélio era um dos principais líderes da Igreja em África, que se encontrava em crise devido a um cisma. Ele e Santo Agostinho trabalharam arduamente na reforma da Igreja, conseguindo desfazer a grande crise disciplinar que a Igreja enfrentava. Durante cerca de 40 anos, Aurélio lutou pela união na fé, ganhando a fama de “Santo Papa Aurélio”.

Apesar de ter falecido em Cartago, as relíquias de Santo Aurélio encontram-se na Abadia de Hirsau, na Alemanha. Santo Agostinho acabaria também por falecer pouco depois de Santo Aurélio.

História:
Figura exemplar de bispo, Santo Aurélio dirigiu á Igreja de Cartago, na África dos anos 392 à 429. Como diácono distinguiu-se pela sua caridade para com os pobres e pelo zelo e pureza do culto da liturgia.

Aurélio foi contemporâneo e amigo de Santo Agostinho. Agostinho estimava Aurélio pelo zelo, ação pastoral e santidade de vida. Aurélio talvez não tivesse muita preparação literária, como Agostinho, mas era homem de Deus, formado na Tradição eclesiástica, verdadeiro pastor homem de governo, piedade e prudência.

Como bispo da mais antiga diocese da África Latina, Cartago, Aurélio tinha direitos superiores sobre todos os bispos da região, que eram quase trezentos.

Agostinho que era da sede episcopal de Hipona, vizinha de Cartago diz muito sobre Aurélio: que era cuidadoso para com as coisas divinas, interditou as ruidosas e mundanas festas por ocasião da comemoração dos mártires. Eliminou os últimos sinais do culto pagão em Cartago. Deu liberdade aos sacerdotes de pregar na igreja catedral, até então privilégio só do bispo. Introduziu o canto, dos Salmos durante as funções litúrgicas.

Durante seus quase quarenta anos de episcopado, Aurélio convocou e dirigiu vinte sínodo de bispos, onde lutou pela unidade da fé e contra as heresias que dividiam a Igreja.

Das atas dos sínodos se deduz que Aurélio desfrutava de grande prestígio. Os bispos chamavam-no de “Santo Papa Aurélio”.

Era estimado pelo Papa Santo Inocêncio I e por São João Crisóstomo, o grande patriarca de Constantinopla. Aurélio faleceu no fim do ano 429, poucos meses antes de Agostinho.

A Igreja Africana, desde o século VI comemora sua morte no dia 20 de julho e a Igreja Universal o colocou no catálogo dos santos.

Aurelio_20Julio.jpg

Podem acompanhar tudo aqui:
https://filipemiguel.blog

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s